30 de mar de 2017

Chile

Oi genteee, tudo bom?

Nesse post eu vou contar um pouco sobre a minha experiência no Chile, minha primeira viagem para fora do Brasil. Foram 4 meses organizando e pensando nessa viagem, cheguei lá sabendo muita coisa porque já havia estudado muito sobre os lugares que eu queria conhecer, foi super legal e uma experiência que vale muito a pena! Fomos no inverno em busca da neve e ficamos por lá 4 dias, o que pra mim foi muito pouco pela época do ano. O Chile é um lugar que me surpreendeu muito, são muitas opções de passeios e o próprio Centro e bairros vizinhos são lugares que merecem ser explorados.




O Roteiro:

Como eu fiquei apenas 4 dias em Santiago conheci pouco o Centro, fizemos o seguinte roteiro:

1º dia: Chegada > Check-in no apartamento > Costanera Sky e Center
2º dia: Valle Nevado
3º dia: Vina del Mar e Valparaíso
4º dia: Palacio la Moneda/ Bairro Paris-Londres > Volta

Costanera Sky 

Maior torre da América Latina com 300 m de altura, fica na região da Providencia puro lusho, o edifício oferece um mirante com uma vista de 360º de Santiago, sendo possível admirar os Andes e a cidade. Os ingressos foram $4000 pesos porque eu usei minha carteirinha de estudante, a da faculdade mesmo. Pra chegar lá nós pegamos um táxi no centro de Santiago até o Costanera, custou $7000 pesos, dividimos para 4 pessoas, felizmente.

Dica: Vá no final da tarde para conseguir pegar o crepúsculo, assim você vai conseguir ver a cidade no claro e a noite quando as luzes começam a se acender.. É a melhor vista! 






Valle Nevado e Farellones

A maior estação de esqui da América do Sul, nem precisa dizer se vale a pena ou não né? Acho que todo mundo que vai pro Chile no inverno vai com o objetivo de ir ver a neve e fazer umas vibes Elsa no Valle Nevado, é simplesmente lindo e caro também. No dia, bateu -6º eu nunca senti tanto frio em toda minha vida! O passeio eu fechei com a Dani do Viaja Brasil, nossa guia foi ótima! Depois do Valle fizemos uma parada em um lugar para fazermos Skibunda hahaha Foi o máximo! Morri de medo mas foi legal. Depois partimos para o Farellones... Muito mais ace$$ível! Um dos centros de Ski mais antigos da América, lá foi onde almoçamos (na verdade comemos pizza).

A surpresa maior foi ver os floquinhos de neve caindo no finalzinho do passeio, eu acho que eu ficaria ali naquele vilarejo por um tempo só para aproveitar cada momento do dia e conhecer bem. As casinhas tem um estilo muito legal e lá tem muito cachorro fofinho que inclusive é a atração do lugar.

Dica: Investir nas luvas e calçados próprios para neve, se seus dedinhos não estiverem protegidos do frio.. JÁ ERA! Você vai sentir muiiiiito mais o frio! O calçado é essencial, sem ele você fica andando igual uma múmia porque a neve escorrega muito e assim não vai aproveitar como deveria. Sério! Não adianta investir no aluguel/compra do casaco e calça e ir com uma luva mais ou menos!





Diferenças: O Valle Nevado é inspirado na estação de ski Les Arcs e nos resorts de inverno da França, lá tudo é mais caro feat. luxuoso. E claro... Eu achei mais bonito! Já Farellones é um pouco mais ''humilde'' haha mas se eu pudesse eu escolheria passar um tempo em ambas as estações. Quanto ao preço, vou dar apenas um exemplo do que aconteceu com a gente para vocês entenderem bem... Quando chegamos no Valle Nevado, a gente estava passando mal com o frio então resolvemos comprar um copinho (copinho mesmo! Aquele copinho de cafezinho expresso) de chocolate quente que lá custou R$18,00 e quando descemos para Farellones resolvemos tomar outro chocolate quente.. só para ter alguma coisa aquecida nas mãos.. Compramos uma caneca de chocolate quente de 350 ml por apenas R$5,00. Entendeu a diferença? hahaha $$$




O aluguel das roupas: Paramos no meio do caminho para fazer o aluguel das roupas, eu aluguei só o casaco, cada peça custava R$50,00 e a loja aceitava real, não precisei gastar meus preciosos pesos.


Vina del Mar/ Valparaíso e Vinícola Emiliana

O passeio começa pela Vinícola, é a primeira parada, ouvi boatos de que não valeria a pena ir na vinícola no inverno, MITO! Eu achei que valeu super a pena, inclusive achei a melhor parte do passeio, fomos na Vinícola Emiliana lá é lindo demais, mas fizemos apenas um passeio panorâmico, ou seja, só entramos ''por fora'' não chegamos a ver a produção de vinhos. Na ordem fomos para Vina del Mar, é um passeio com mais atrações, fomos no Museu Fonck, Cassino e depois no Castelo. Valparaíso foi o último lugar, lá fomos em uma das casas/museu de Pablo Neruda e depois na feirinha de artesanato comprar umas coisinhas.




Esse passeio para Vina é cheio de paradas, como eu já citei, uma das paradas é no Cassino de Viña Del Mar, eu gostei muito porque eu nunca tinha entrado em um Cassino então foi mais uma experiência nova que ganhei com essa viagem. Lá dentro é permitido tirar fotos como essa que eu tirei, você só não pode tirar fotos dos jogos.




 A primeira parada em Viña é no Relógio das Flores, situado diante da praia de Caleta Abarca, foi construído para a Copa de 1962 que foi disputada na cidade. Outra parada super legal é a do Museu Fonck, lá tem um Moai original da Ilha de Páscoa, vale muito a pena conferir, e o melhor.. O Moai fica no jardim então você não paga nada para conhecer e tirar umas fotocas. 




Centro Palácio La Moneda e Bairro Paris Londres

Um dos lugares mais bonitos de Santiago, um charme! Foi projetado por arquitetos europeus famosos e assim totalmente trabalhado no estilo Europeu, o nome do bairro se deve ao cruzamento da Calle Paris com a Londres.



O Palácio La Moneda é a sede da Presidência da República, recebeu esse nome porque no palácio funcionava uma fábrica de moedas, nele foram feitas as primeiras moedas do Chile. O Palácio oferece visitas guiadas de segunda a sexta com duração de 1 hora. E o melhor.. É de graça, meu povo!  Infelizmente não fiz a tour poque deixamos para ir no último dia e foi em um domingo.



Na MINHA opinião, quem vai para Santiago como nós fomos corridos  acho que vale a pena fazer o passeio do Valle Nevado, óbvio! E conhecer bem a cidade de Santiago, tem muita coisa para fazer lá, muitas atividades e bairros charmosos. E posso confessar? Eu fiquei um pouco desapontada com Valparaíso, esperava mais desse passeio, não sei se foi a guia, o passeio, o dia, não sei! Estava um dia lindo, mas eu esperava mais.

Quantos dias ficar? Eu fui no inverno, então não sei como são as coisas por lá nas outras estações, mas senti que deixei de fazer muita coisa, indicaria no mínimo 5 dias se você quer realmente aproveitar todos os passeios básicos (centro, valle nevado, Viña, vinícolas). Tem muitos passeios que oferecem tour pelo Centro em um dia só, mas acho que para aproveitar realmente você precisa de pelo menos 2 dias, são muitos bairros legais e que merecem ser bem explorados.

Pesos: Deixe para trocar lá! Na Agustinas de preferência, troque uma quantia mínima apenas para sair do aeroporto e ir para o centro de Santiago  (com segurança).

Aeroporto x Santiago: Nós fomos de táxi e deu $19.000 e dividimos por 4 pessoas, mas tem ônibus que parte de 20 em 20 min do aeroporto para Santiago, são eles TurBus e Centropuerto.

Ir para o Chile é uma opção maravilhosa para quem quer conhecer a neve, fazer uma viagem para fora e conhecer muitas coisas novas, é um lugar tão perto e tão diferente. Espero poder voltar lá para conhecer melhor a cidade de Santiago, tem muitos lugares que estavam na minha lista e que eu não consegui ir pelo tempo curto.


Então é isso...
Xoxo

4 comentários:

  1. Ah esse Valle Nevado é de brilhar os olhos. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grazi, é a coisa mais linda.. O caminho pra lá é lindo demais!! <3

      Excluir
  2. Chile, vale a pena um passeio por lá, como é lindo, de preferência nos meses que a temperatura está baixa, nevando na Cordilheira, é fantástico. Mas, para falar a verdade é bom qualquer época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA verdade, eu fiquei apaixonada! Um lugar para voltar sempreee.

      Excluir